terça-feira, 3 de janeiro de 2017

FÉRIAS DE VERÃO... DICAS PARA OS PAIS E CRIANÇAS

As férias de verão estão chegando e, muitas vezes, acabamos por deixar as crianças à disposição do videogame e computador. Mas, o que podemos propiciar às crianças, para além da tecnologia?

As férias são um período de descanso do ano. Momento de esquecer as atarefas de
casa, datas de entrega de trabalho, avaliações... A rotina modifica, as crianças ficam
mais soltas, mais disponíveis e isso preocupa os pais por perguntarem-se: O que fazer com as crianças em todo o tempo livre? Preocupação essa compreensível, mas entendemos que há sim, diversas formas de entreter a galera e assim, ainda reforçar o afeto em família! Para isso, é necessário um pouco de dedicação, portanto, nada de delegar a tarefa para a brinquedoteca, o parquinho do condomínio ou os incansáveis companheiros: o videogame e o computador/tablets.

A importância é dar atenção a esse período, sem encher as crianças de compromissos e, também, sem deixa-la ociosa. A possibilidade programar viagens, passeios diversos, visitas de amigos, colegas é uma boa opção. Cuidando para não superlotar os dias da criança e permitir que eles escolham o que fazer.

O equilíbrio é o segredo na seleção de atividades. Dias de chuva: brincadeira indoor; Mas em dia ensolarados, nada como andar de bicicleta, brincar no parque, ao ar livre.

Em viagens em família, jogos coletivos são um excelente opção. Mas, momentos de introspecção também são bem-vindos, pois eles propiciam o uso da imaginação!

Seguem algumas dicas:

  • Diversão em família:  As férias são uma boa oportunidade de a criança conviver com os parentes e ter novas experiências e aprendizados;
  • Diversão na vizinhança: Nada de TV, as crianças podem aprender muito mais nas férias ao explorar a vizinhança;
  • Diversão com seus filhos: Ensine brincadeiras típicas da sua infância; Assista com seu filho a um filme que marcou a sua infância. Depois, veja em sua companhia um dos filmes favoritos dele; Cante para o seu filho uma música que tenha marcado a sua infância. Peça também para ele cantar uma música para você; Proponha uma atividade edificante ao seu filho, como plantar uma árvore ou construir um brinquedo; Façam um desenho a quatro mãos retratando um dia de férias que passaram juntos;
  • Diversão com os livros: Não é porque os pequenos estão longe da escola que devem ficar também longe dos livros. Afinal, estes não são apenas fonte de conhecimento. Livros são, sobretudo, fonte de prazer e, quanto mais cedo percebemos isso, mais experiências literárias maravilhosas teremos ao longo da vida;
  • Diversão à moda antiga: Esconde-esconde, corre-cotia, passa-anel... Lembra as
  • brincadeiras da sua infância? Elas são ótimas para tirar as crianças da frente da TV!
  • Brinquedos que você pode fazer: Pipa, cinco marias, pé de lata... como fazer brinquedos artesanais para as crianças;
  • Aproveitar para fazer uma visita ao zoológico: Descubra como você pode fazer seu filho se divertir e aprender sobre meio ambiente no zoológico; 
  • Aproveitar um dia no parque ou na praça: Em dias de folga, quando o não ter o que fazer parece aumentar a ânsia de descobrir o mundo, a ideia é oferecer um tipo de lazer que não apenas satisfaz a curiosidade como também estimula o raciocínio infantil;
  • Levar as crianças ao teatro: Possibilidade para você e seu filho se divertirem e aprenderem antes, durante e depois do espetáculo;
  • Aproveitar e visitar um centro histórico: Opção para juntar diversão e conhecimento em um passeio pra lá de educativo em sua própria cidade;
  • Aproveitar e visitar o planetário: Olhar o céu - ou uma projeção dele - pode ser uma experiência ótima para ter com os filhos.
 Que tal conhecer o Planetário?



Sou Parecido com as Estrelas, acontece nos dias 7, 14, 21 e 28 de janeiro. Com duração de 50 minutos, conta que características como nome, idade e tamanho não são exclusivos aos seres da Terra. As habitantes do céu também têm sua própria cor, nomes estranhos e são consideradas jovens, mesmo que tenham milhares de anos. Vivem solitárias ou em grupos e podem ser gigantes ou anãs. Observadas por árabes, gregos, indígenas, os homens sempre mantiveram uma comunicação com elas. Mas só as crianças ainda conhecem este segredo do céu: o caminho que leva às estrelas.                                                  

 Site do Planetário: http://www.ufrgs.br/planetario/
Resultado de imagem para planetário ufrgs

A Psicopedagogia entre conhecimentos e saberes: fazer, pensar, escrever

Lançamento da Obra Coletiva
A Psicopedagogia entre conhecimentos e saberes: fazer, pensar, escrever (WAK Editora)
Local: Livraria Cultura - Bourbon Country




quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

O brincar na clínica Psicopedagógica

Já está publicado o número 99 da Revista Psicopedagogia.

Nela contribuo com o artigo "O brincar na clínica psicopedagógica", juntamente com minha querida e parceira Iara Caierão.

Confere aí!

http://www.abpp.com.br/noticias/revista-psicopedagogia-edi%C3%A7%C3%A3o-99